A FORMAÇÃO DO PROFISSIONAL EM PSICOPEDAGOGIA DEVE SER?

ATENÇÃO - NOVO SITE EM BREVE

ATENÇÃO - NOVO SITE EM BREVE

CONHEÇA

domingo, 2 de outubro de 2016

O Fim da Psicopedagogia Clínica e Institucional.


Pensando em sua Carreira Profissional

O fim da psicopedagogia clínica e institucional. Ao ler o tema desta postagem você deve ter ficado pensando: como assim é o fim da Psicopedagogia?????????

A psicopedagogia é uma área em ascensão. Com um campo de trabalho extenso e com uma reserva de mercado que só cresce no Brasil. Entretanto alguns aspectos deverão mudar em alguns anos. 
A tendência do mercado de trabalho é exigir um profissional da psicopedagogia cada vez mais capacitado o que atualmente não tem acontecido. Principalmente devido ao esfacelamento e desfragmentação dos cursos que formam o psicopedagogo.

Atualmente para se formar em psicopedagogia basta ter uma graduação em qualquer área e fazer uma especialização com no minimo 360 horas. 

A psicopedagogia aos poucos esta deixando de ser uma complementação da sua formação inicial e a tendência é que ela deixe completamente de ser. Os cursos de Graduação em Psicopedagogia já são uma realidade no Brasil e universidades públicas já oferecem o bacharelado em três anos. Mostrando que este é o caminho certo a seguir para formar um profissional realmente capacitado para o mercado de trabalho.

O sindicato dos psicopedagogos é contra os cursos vendidos de forma dividido entre clínica e institucional. E defende a unificação dos cursos de Pós Graduação em único curso com 600 horas e que a nomenclatura do curso contenha apenas a palavra PSICOPEDAGOGIA  e não mais clinica e institucional.

E importante que o psicopedagogo compreenda que Clínica, Empresas,Escolas, Hospitais e outros lugares são ambientes de trabalho e não tipos de Psicopedagogia. Pois ela é indivisível e os aspectos clínicos estão vinculados aos institucionais.

Durante a formação do psicopedagogo é importante que ele tenha em sua grade curricular tanto disciplinas como diagnóstico clinico, intervenções ,deficit de aprendizagem como discussões acerca do fracasso escolar, educação especial, dos grupos operativos de trabalho, da inclusão do aprendente na rede hospitalar, nos aspectos de saúde, de prevenção, coorporativismo dentre outros. Desta forma este profissional terá mais chance no mercado de trabalho.

A regulamentação da profissão PSICOPEDAGOGO também exige uma formação mais condizente com um currículo unificado e garanta a sociedade a qualidade deste profissional ligado a educação e a saúde.

O sindicato hoje solicita que os profissionais da psicopedagogia compreendam a importância da Criação de Uma Identidade Profissional entre os psicopedagogos para isso orientamos que cada profissional:

  • Retire dos seus cartão, carimbo, currículos, site, rede sociais e outros locais a palavra Clinica e Institucional deixando apenas a palavra PSICOPEDAGOGO OU PSICOPEDAGOGA;
  • destaque a palavra psicopedagogo no carimbo , colocando-o em primeiro lugar antes das outras formações;
  • Aos que ainda estudarem solicite que seu certificado contenha a nomeclatura: Especialista em Psicopedagogia (independente da sua carga horária)
  • Denuncie concursos que exigem certificados com nomenclatura com clinica ou institucional. Precisa-se compreender que independente do local o cargo é para Psicopedagogo e que a Psicopedagogia é uma só por isso todos têm direito de concorrer a vaga.
  • Aos graduados que querem fazer psicopedagogia que não façam cursos separados em clínica, institucional ou hospitalar. procure fazer o curso mais completo que encontrar no mercado educacional e com preferência com Estágios. 
  • Os cursos que já estão em andamento procure junto a coordenação do curso a possibilidade do seu certificado sair com a nomenclatura somente ESPECIALISTA EM PSICOPEDAGOGIA.
PRECISAMOS NOS UNIR PARA CONSTRUIR UMA IDENTIDADE PROFISSIONAL.

SOBRE ESTE ASSUNTO ASSISTA A PALESTRA :
Novas Perspectivas da Psicopedagogia No Brasil
Com nossa presidente Jossandra Barbosa.





69 comentários:

  1. Como assim? Estou terminando a pós graduação em psicopedagogia com Ênfase em educação especial e fiquei desesperada com esta matéria. Afinal a gente paga com tanto sacrifício o curso e agora praticamente ele ficará sem sentido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A material traz uma reflexão. Seu certificado terá validade. Infelizmente a realidade em torno da comercialização dos cursos de psicopedagogia é algo sério e grave que traz aos profissionais muito prejuizo.

      Excluir
    2. boa noite,Fiquei bem chocada com a falta de respeito das instituições que oferecem a pós em psicopedagogia,hj fazendo uma pesquisa pelo sites,a maioria oferece carga horária menor que 600 hrs,e ainda usam psicopedagogia clínica e institucional,bom sinceramente nao to nem conseguindo identificar qual instituição será a melhor para eu me ingressar,e lamentável .

      Excluir
  2. O mercado educacional apenas enfeita o nome dos cursos de psicopedagogia para que fiquem mais atrativos e vendáveis. Não existe enfase em educação especial. Pq o psicopedagogo não é um profissional somente para a educação especial. O psicopedagogo é um Terapeuta da Aprendizagem que lida com pessoas com transtornos de aprendizagem ou não, e que dentro deste público pode ou não ser o público da Educação Especial entretanto a profissão é Psicopedagogia. O trabalho do psicopedagogo foi completamente prejudicado com estas divisões. Porque não são somente as nomenclaturas mas o currículo também. As faculdades dividem o curso de psicopedagogia em vários pedaços para vender cada vez mais. O que na verdade é um curso só. Quem faz só clinica já é psicopedagogo, quem faz só institucional já é psicopedagogo, quem faz um só com a nomenclatura psicopedagogia já e psicopedagogo. Legalmente todos têm os mesmos direitos. O que difere é a qualidade da sua formação que ficou fragamentada e não capacitou o profissional para atuar nos diferentes ambientes de trabalho a qual ele tem direito.Seu curso terá validade legal mas focará somente no âmbito educacional tirando o verdadeiro foco da psicopedagogia que é o método clinico preventivo e terapêutico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como a colega Rita, eu faço uma pós de psicopedagogia com ênfase em Educação Especial, porém não há matérias como diagnóstico clinico, intervenções e deficit de aprendizagem. Neste caso, estou defasada, pois não terei como diagnosticar certo? Apesar dos atendentes da pós me alegarem que terei pleno poder de exercer a profissão.

      Excluir
    2. Em relação aos plenos poderes de atuar é verdade, mesmo sem ter em sua grade as disciplinas mais importante do curso. Legalmente você é psicopedagoga. Contudo é exatamente isto que a matéria traz como reflexão a comercialização de cursos que em sua grade não contemplam os conteúdos essenciais a prática profissional e as nomenclaturas que nada agregam ao profissional psicopedagogo.

      Excluir
    3. Oi, Mag...
      Bom, sou Psicopedagoga e trabalho em um consultório, mas para que se concretizasse a minha admissão na mesma, presisou constar na grade, as disciplinas que correspondem às intervenções.
      Imagine, ter que fazer um atendimento, e não ter conhecimento do mesmo, não é??
      Uma colega que se especializou em "institucional", não pode exercer a profissão em um órgão, por não conter na grade a área "clínica"... imagine...

      Excluir
  3. Bem,acho que a expectativa é bem grande em relação a formação profissional e do seu reconhecimento no mercardo de trabalho. Como tudo ainda está em elaboração e regulamentação, fica a espera.

    ResponderExcluir
  4. Bem,acho que a expectativa é bem grande em relação a formação profissional e do seu reconhecimento no mercardo de trabalho. Como tudo ainda está em elaboração e regulamentação, fica a espera.

    ResponderExcluir
  5. Tenho procurado por cursos de psicopedagogia na região onde moro e percebo essa dificuldade em encontrar um curso completo que abrange todos os conteúdos. Tenho observado que a nomenclatura é a mesma, porém, possuem conteúdos completamente diferentes. Quais seriam os conteúdos de melhor base para que eu possa ingressar com confiança na minha pós em psicopedagogia? Sou do Rio de Janeiro e gostaria de saber qual a faculdade de referência nessa especialidade. Desde já Obg!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperamos que você tenha encontrado um curso com boa grade e qualidade. Contudo a dica que deixamos para todos que desejam seguir a psicopedagogia busquem cursos com exigências de estágios e que não tragam separação nem em clinica e nem institucional.

      Excluir
  6. Na Estácio tem Psicopedagogia de 600 horas ead.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Você fez o curso de 600 h na Estácio Raquel?

      Excluir
    3. Quero aproveitar pra comunicar que entrei no site em que diz que o curso é de 600 h, me inscrevi e só na metade do curso ao buscar informação sobre o estágio é que me disseram que o curso não tem Estágio e é apenas de 370 h. Então fiquem atento, pois está cheio de propagandas enganosas!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. sinceramente estou muito descontente com o conhecimento que só agora tenho arespeito dessas subdivisões, já estou prestes a terminar meu curso cuja nomenclatura trás consigo Psicopedagogia Institucional. Não sei o que fazer me empenho muitpo nas leituras e fui além do que fora proposto nos estudos, mas a carga horária 450h, estou em dúvidas quanto a aceitação no mercado de trabalho!

    ResponderExcluir
  9. "Quem faz só clinica já é psicopedagogo, quem faz só institucional já é psicopedagogo." Concordo plenamente com o citado, porém, há diferenças na grade curricular, tanto em disciplinas quanto em horas. Estou no fim da minha pós Institucional e Clínica com carga horária de 600h. Fiz módulos Institucional, Empresarial, Hospitalar e Clínico. Durante o meu estágio, em uma clínica especializada em PC, professora regente pensou que eu faria lá, também, o estágio Institucional e disse: Só posso assinar para você o institucional, pois a minha pós é somente Institucional, já o clínico é com a outra colega da outra sala. Portanto, há diferenças sim!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juridicamente não. na postagem não estamos abordando aspectos pedagogicos como grade e conteúdo que sim cada divisão traz (infelizmente) assuntos que são de extrema importância para o profissional que vai atuar mas este profissional dependendo do curso que vai fazer ver separadamente estes conteúdos.
      Na postagem trazemos a reflexão juridica que não há diferença entre quem faz qual dos cursos que seja. Defendemos que os cursos sejam unificados. Parabéns por seu curso ter sido bem completo infelizmente não é a realidade da maioria dos cursos. Obrigado por sua contribuição.

      Excluir
    2. Verdade!! Há, e muita diferença entre ambos!

      Excluir
  10. Iniciei meus estudos em 2008 e quando me deparei com estas condições não regulamentadas desisti do curso. Pelo que vejo continua na mesma. Uma pena, pois estamos precisando muito destes profissionais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a luta pela regulamentação realmente vem se arrastando a décadas. Mas o crescimento da quantidade de profissionais e das vagas do mercado de trabalho nos últimos cinco anos foi absurdamente grande. é uma área em crescimento, hoje há concursos, muitas clínicas, profissionais em diferentes ambientes de trabalho. Obrigado por sua contribuição em nosso site.

      Excluir
  11. Antonio Narcizo Souto
    Prezada Jossandra, entendi e concordo com a denominação "PSICOPEDAGOGO OU PSICOPEDAGOGIA' a pergunta é eu iniciei meu curso na área institucional la não tem chinica,ao solicitar somente a especificação acima e a instituição não quiser reconhecer o que faço? Qual medida tomar, o meu curso é de 450 horas.Continuo acompanhando e apoiando todas as decisões referente a nossa formação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A faculdade pode sim colocar em seu certificado somente a palavra psicopedagogia é apenas uma questão de vontade. Infelizmente a comercialização dos cursos é uma realidade no Brasil e o aluno perde devido a falta de informação.

      Excluir
    2. Antonio, não caia nessa!! Você, enquanto apenas psicopedagogo institucional, não constará na sua grade, as disciplinas, umas das mais importantes, que são as de intervenções!!!
      Só fui contratada em um consultório, porque no meu Certificado, constavam as udas "clinica e institucional"
      Quem apenas possuía a "institucional" FOI DESCLASSIFICADO!
      CORRE ATRAS! nÃO CAIA NESSAS INFORMAÇÕES EQUIVOCADAS, PARA VOCÊ NÃO PERDER OPORTUNIDADES, OK?

      Excluir
  12. como eu faço para me cadastrar no sindicato ? sou de minas gerais será que é unico ? ou tenho que procurar no meu estado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lINK DE CADASTRO PARA FILIAÇÃO http://www.sindpsicoppbr.com.br/p/filie-se.html

      Excluir
    2. quem ainda não fez a pós pode se cadastrar? começo ano que vem

      Excluir
    3. pode sim. vc se cadastra como estudante. tem a opção lá

      Excluir
    4. pode sim. vc se cadastra como estudante. tem a opção lá

      Excluir
    5. Enfim pelo entendido ainda hoje ano 2018 psicopedagogia ainda não é regulamentada no Brasil?!

      Excluir
  13. Gostaria que me esclarecesse por favor,sou graduada em pedagogiae fuz pód graduação em psicopedagogia institucional e clinica com a carga horária teconhecida pelo mec que 360horas,porém o certificado evde 390horas,então não posso exercer a profissão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, legalmente pode, porque toda pós graduação a partir de 360 h é legalmente aceita contudo a postagem é bem clara somente antes de ser aprovado a lei que regulamenta a profissão pois após sua aprovação o mínimo será cursos a partir de 4480h.

      Excluir
    2. 4480 horas? quantos anos demoraria?

      Excluir
  14. Gostaria que me esclarecesse por favor,sou graduada em pedagogiae fuz pód graduação em psicopedagogia institucional e clinica com a carga horária teconhecida pelo mec que 360horas,porém o certificado evde 390horas,então não posso exercer a profissão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sindicato não estabelece quem vai ou não exercer a profissão as regras de filiação é que estabelecem que se seu certificado tiver a palavra clinica e institucional deverá no minimo 600 horas.

      Excluir
  15. Gostaria que me esclarecesse por favor,sou graduada em pedagogiae fuz pód graduação em psicopedagogia institucional e clinica com a carga horária teconhecida pelo mec que 360horas,porém o certificado evde 390horas,então não posso exercer a profissão?

    ResponderExcluir
  16. Poderiam indicar instituições confiáveis que tenham o curso de acordo com o especificado pelo sindicato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos divulgar nomes, mas as orientações é que vc observe a carga horária , nome do curso e se tem estágio.

      Excluir
  17. Pessoal verifiquei que ha muitas mulheres na área, por eu ser homem , ha alguma restrição para atuar na área também??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhuma restrinção. A questão é que há ainda uma crença que psicopedagogo vem da educação e que a educação é para as mulheres, aquela velha idealização do cuidar materno. Mas este quadro esta mudando. Muitos homens tem se dedicado a psicopedagogia.

      Excluir
  18. No meu estado a universidade referência oferece o curso da Pós em Psicopedagogia com duração de apenas 450h. Isso irá impedir meu acesso ao mercado de trabalho futuramente já que o sindicato exige 600horas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Repetimos. O sindicato não impede ninguem de atuar. Ele impede de se filiar a ele mesmo. Ou seja ele tem critérios para que vc profissional se filie. A questão é que estamos mostrando a sociedade que busca psicopedagogia fazer a reflexão sobre cursos de qualidade e com carga horária, nomenclatura e estágio corretos.

      Excluir
  19. Olá, estou inscrita na UNINTER para iniciar um curso de graduação em Psicopedagogia, é um bacharelado de 3 anos no formato EAD. Este curos é válido?

    ResponderExcluir
  20. Acredito que para alguém ser Psicopedagogo, sua grade de disciplinas deverá constar intervenções clínicas tanto de pessoas como em instituições, além do mais a carga horária deverá ser de 600 h. Um curso que não atenda esses requisitos e tem uma carga horária inferior, é apenas uma pós graduação e não uma especialidade que capacite o profissional para atuar no mercado.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia, iniciei meu curso recentemente em bacharelado em psicopedagogia, é uma graduação e não uma especialização, seria o ideal, ou como muitos fazem, fazer uma graduação em pedagogia por exemplo e só apos uma especialização?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Nosso sonho é que acabe todas as pós num futuro proximo e existam só as graduações. Pois é preciso que as pessoas escolham a carreira psicopedagógica como futuro profissional. E uma graduação vai melhor formar este terapeuta.

      Excluir
  22. Em um concurso, infelizmente sabemos que ganhará a oportunidade os profissionais, que mostrarem suas provas de títulos um curso completo com psicopedagogia Clínica e Institucional.
    Por tanto, se aceitamos hoje essa sugestão os mais antigos com todas essas nomenclaturas vai prevalecer, infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos começar a mudar. As faculdades precisam mudar sua mentalidade de vender cursos de psicopedagogia sem qualidade, como um feira de cursos. Precisamos reagir e quem busca um curso precisa se negar a fazer um curso de qualquer jeito. Ser um terapeuta é uma missão, uma atuação de muita responsabilidade.

      Excluir
  23. Olá...
    Por favor me informem, se existe o curso de psicopedagogia direto ou tenho que fazer pedagogia primeiro?
    Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim existem as pos graduações que necessariamente você não precisa ter pedagogia pode ter qualquer curso superior.

      Excluir
  24. Olá!
    Tenho licenciatura em História e estou cursando a especialização com a denominação "Psicopedagogia e Educação Inclusiva" na grade curricular se encontra disciplinas sobre dificuldade na aprendizagem e deficiências assim como a de diagnóstico e outra de intervenção clínica e institucional, com carga horária de 480 horas,mas li em um site que a profissão foi regulamentada mas exige especialização com caraga horária de 600hs essa informação procede, o que faço pois estou em fase de término?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não procede mas temos um problema com sua nomeclatura. O sindicato se opõe a estes cursos COMBOS onde você nem é psicopedagogo nem é Educador Especial. Pela legislação da educação especial você não poderá atuar como educador especial nem AEE e como psicopedagogo você tem uma formação incompleta com carga horaria insuficiente. Por isso o sindicato chama a atenção para que se escolha um curso sem nenhuma outro curso SÓ PSICOPEDAGOGIA

      Excluir
  25. Estou pensando em fazer a graduação em psicopedagogia. Gostaria de saber como está a validação do curso como graduação em vez de pós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mec é quem valida os cursos. O problema é que não tem fiscalização e as faculdades vendem o curso de psicopedagogia como qualquer outro curso. O sindicato tem trabalhado para conscientizar as pessoas que isso precisa mudar . Os cursos de psicopedagogia precisam melhor ter mais carga horaria, estágio obrigatorio, acabar com a separação clinica e institucional.

      Excluir
  26. Como transcorre o processo de cadrastamento no Sindicato dos Psicopedagogos do Brasil??
    Gostaria de mim cadrsatar.

    ResponderExcluir
  27. Boa noite! Estou fazendo pós em psicopedagogia Clínica e Institucional. Porém, a parte clínica eu já terminei, ja fiz estágio e entreguei. Estou estagiando em escola para o Institucional. Eu ja posso fazer atendimento clinico? Ja sou formada em Pedagogia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeira coisa a entender nao existe separação clinica e institucional não importa qual seu curso você pode atuar em qualquer local o que muda é a metodologia de atuação.

      Excluir
  28. Se eu fizer um bacharelado em psicopedagogia ead de 3200 horas e não tiver cursado pedagogia nem psicologia mesmo assim poderei exercer a psicopedagogia tanto clinica como institucional ?
    Pois uma faculdade me disse que se eu não tiver a pedagogia ou a psicologia só poderei exercer a psicopedagogia institucional a clinica não isso é verdade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tahata, vc fez em qual faculdade? fiz inscrição em uma hoje, espero não ser a mesma que a minha.

      Excluir
    2. Meninas alguém conseguiu descobrir se essa informação sobre a graduação é verdade? Também estou entrando como Licenciatura em Psicopedagogia.

      Excluir
    3. Informação completamente errada.
      Se você fizer Bacharelado em psicopedagogia você pode atuar clinicamente sim, se vc fizer qualquer especialização em psicopedagogia seja ela qual for , inclusive a chamada institucional , você pode clinicar sim.

      Excluir
  29. Boa tarde! Sou pedagoga e fiz especialização em Educação e Psicopedagogia presenciais. Minha especialização equivale ao total de 425 horas, pois a concluí no ano de 2002. Gostaria de fazer a especialização em Psicopedagogia Clínica, pois pretendo abrir meu consultório, mas o mínimo de horas são 600. Poderia me dar sugestões de como proceder? Grata, Elaine.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não aconselho fazer outra pós graduação pesquise os cursos de extensão ou de complementação em psicopedagogia clinica assim como cursos de extensão na area como psicanalise, psicomotricidade, oficinas, autismo, tdah, dislexia e etc. Voltar para a pos é um retrocesso. Foque em novos conhecimentos. Se quer fazer uma pos pense em neuropsicopedagogia, arterapia, musicoterapia, psicanalise e outras que vao agragar a que vc ja tem.

      Excluir
  30. Boa noite! Me formei em 2012 como Psicopedagoga numa pós de 540 horas que não teve a parte clínica, na época eu não sabia. Quero saber se perante a lei posso atuar clinicando, já que no meu diploma veio escrito apenas Psicopedagogia ou preciso fazer complementação da parte clínica.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, legalmente nada lhe impede de atuar em nenhum local como psicopedagogo.

      Excluir