A FORMAÇÃO DO PROFISSIONAL EM PSICOPEDAGOGIA DEVE SER?

ATENÇÃO FILIADOS-NOVA CARTEIRA

ATENÇÃO FILIADOS-NOVA CARTEIRA
RECEBA JÁ A SUA

CONHEÇA

domingo, 10 de julho de 2016


xxxxx



















Que certificados de psicopedagogia são aceitos?

SINDICATO DOS PSICOPEDAGOGOS DO BRASIL
CNPJ: 24.158.942/000160
RUA 13 DE MAIO, 883, CENTRO – NORTE
TERESINA/PI
64000-150
sindpsicoppbr@gmail.com

CIRCULAR 01/2016

Teresina (PI) 07 de Julho de 2016.

ASSUNTO: Da validade dos certificados dos cursos de psicopedagogia para cadastro no CADSINPp.ORG.BR

A Diretora do Sindicato dos Psicopedagogos do Brasil (Sindpsicopp-br), inscrito no CNPJ sob o n.º 24.158.942/0001-60, entidade sindical classista e democrática, sem fins lucrativos, constituída para fins de estudo, coordenação, defesa e representação legal dos Psicopedagogos do Brasil, com sede em Teresina/PI, com sede na Rua 13 de Maio, n.º 883, sala 07, Centro/Norte, cuja atuação abrange todo território Nacional, dentro da mais estrita legalidade, pautando-se sempre na Constituição Federal, vem por meio deste comunicar aos profissionais, estudantes e entidades educacionais que oferecem a a formação em Psicopedagogia quais certificados são aceitos por esta entidade a fim de CADASTRO NACIONAL DOS PSICOPEDAGOGOS SINDICALIZADOS ( CADSINPp. ORG.BR ) :


CURSO REALIZADOS DE FORMA PRESENCIAIS OU EAD:

1. Certificado de Graduação em Psicopedagogia.
2. Certificado de Pós Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia com no mínimo 360 horas.
2. Certificado de Pós Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia Clinica  com no mínimo 360 horas.
3. Certificado de Pós Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia Institucional com no mínimo 360 hora.
4. Certificado de Pós Graduação Lato Sensu em Psicopedagogia Clinica e Institucional com no mínimo 600 horas.

OBESERVAÇÃO:

Certificados até 360 horas só serão aceitos até a data de aprovação da lei 3512/10 (Regulamenta a Psicopedagogia como profissão) depois de regulamentada o sindicato só aceitará certificado com 600 horas como rege a referida lei. 

NÃO SÃO ACEITOS:

1. Certificados de Formação em Psicopedagogia com menos de 360 horas.
2. Certificado de Neuropsicopedagogia sem formação anterior em Psicopedagogia.
3. Certificado de Psicopedagogia Hospitalar sem que o profissional tenha outro certificado de Psicopedagogia clinica ou Institucional (O sindicato entende que o Hospital é mais um ambiente de trabalho do psicopedagogo e que este deve ter formação a nível clinico e de todas as instituições, desta forma o sindicato não classifica os psicopedagogos por ambiente de trabalho e sim em uma única categoria PSICOPEDAGOGO) .



OBSERVAÇÕES
 SOBRE O ESTÁGIO: 

Certificado sem Estágio também serão aceitos acompanhados de declaração de que o profissional já exerce a função em algum local de trabalho (ou mesmo em seu negocio próprio).

São aceitos declarações de práticas Psicopedagógicas como oficinas, palestras, trabalho voluntários em ongs, igrejas, hospitais, e etc. com no mínimo 40hs.

OUTRAS OBSERVAÇÕES :

Certificado com nomenclatura aonde a psicopedagogia vem acompanhada com outras áreas do saber como Educação Inclusiva, Psicomotricidade, Educação Infantil e outros termos devem conter mais de 600 horas para que a carga horária de Psicopedagogia seja separada e tenha o mínimo exigido pela lei dentro das disciplinas de diagnóstico e intervenção Psicopedagógica E QUE PSICOPEDAGOGIA SEJA A PRIMEIRA NOMECLATURA.
Exija da sua faculdade um certificado de Psicopedagogia separado de outras denominações sempre que possível.


Considerações Finais.


O sindicato dos psicopedagogos do Brasil preza pela qualidade dos profissionais cadastrados no CADSINPp.ORG.BR visando a preservação do direito da sociedade de confiar no profissional que vai assisti-lo.
O sindicato ao cadastrar tal profissional e enviar sua carteira profissional registrada de psicopedagogo sindicalizado está dizendo a sociedade que o sindicato aprova a formação deste profissional.
Desta forma o sindicato terá como prioridade a qualificação profissional. Incentivando os psicopedagogos que não realizaram estágios a praticarem a Psicopedagogia seja de forma voluntária ou remunerada.
Esta entidade representa os interesses da categoria e da sociedade que vai usar os serviços destes profissionais também estamos preocupados com a formação do psicopedagogo que ainda é feita no Brasil de forma fracionada.
Acreditamos que uma formação de qualidade resultará em profissionais mais preparados para o mercado de trabalho que por sua vez tende a crescer e a exigir mão de obra qualificada.


JOSSANDRA C BARBOSA
PRESIDENTE
SINDPSICOPP-BR



I Café com Direitos Psicopedagógico do Espirito Santo


Foi realizado no dia 09 de Julho o I Café com Direitos Psicopedagógico do Espirito Santo organizado pela DME- Diretora de Mobilização Estadual a psicopedagoga Ester na cidade de Vitória. 






O Evento teve a finalidade de divulgar as ações sindicais da subsecretaria do Espirito Santo. Divulgação do processo de filiação e dos eventos do sindicato.